Revolução de 30 e 32

Fernando Prestes de Albuquerque

O Coronel Fernando Prestes de Albuquerque nasceu no então povoado Espírito Santo da Boa Vista, hoje município de Angatuba, estado de São Paulo, no dia 26 de junho de 1854. Era filho do Coronel Manuel Prestes de Albuquerque de família tradicional paulista e de Dona Ignácia Bernardo Vieira de tradicional família do estado do Rio Grande do Sul.
O Coronel Fernando Prestes iniciou seus estudos na cidade de Itapetininga e após ter freqüentado diversos estabelecimentos de ensino e forte dirigente político nas cidade de Itapetininga pelo partido Republicano e amigo que era do primeiro Governador Republicano de São Paulo Drº Américo Brasiliense de Almeida Mello, que em sua mocidade chegou a ser um dos primeiros juízes de direito de Itapeva, presta o Coronel Fernando o curso de humanidades que era dirigido pelo hábil educacionista e mestre Dr. Francisco de Paulo Xavier e em seguida é eleito deputado estadual chegando nessa legislatura a ser vice-presidente da assembléia legislativa do estado, sendo mais tarde pelo seu dinamismo político eleito deputado federal.
Ajudou Itapeva a conseguir a cadeia pública, localizada na então Rua das Tropas, hoje Avenida Coronel Acácio Piedade, inaugurada em 22 de julho de 1895. Renunciou ao cargo para assumir o governo de São Paulo e como governador consegue para Itapeva a construção de nossa primeira escola, “O Colégio Faxinense”, inaugurado no dia 5 de setembro de 1900. Segue no governo realizando obras por todo o estado e na capital funda o Instituto Butantã, a escola de farmácia, em Itapetininga funda a escola Peixoto Gomide que formou grandes mestres itapevenses. Em seu governo dedicou-se à construção de estradas de ferro em todo o estado, como a Mogiana e a Sorocabana.
Após o término dec seu governo, retorna à câmara federal, depois é eleito senador da república e vice-governador de São Paulo junto ao governador senhor Alburquerque Lins, ocasião em que ajuda o coronel Acácio Piedade a conseguir para nossa cidade a construção da atual escola Coronel Acácio Piedade e no dia 1 de maio de 1924 Fernando Prestes é eleito novamente vice-governador de São Paulo junto com o estadista Dr. Carlos de Campos e com a morte deste o Coronel Fernando Prestes recusa-se a assumir o governo de São Paulo para não incompatibilizar-se com seu filho Dr. Júlio Prestes de Alburquerque que tinha sido escolhido pelo presidente da república Dr. Washington Luís para ser candidato à presidência da república contra o gaúcho Dr. Getúlio Dorneles Vargas, por Dr. Júlio Prestes assim como o pai já tinha sido deputado e governador de São Paulo, e esta candidatura à presidência foi que ocasionou a revolução Constitucionalista de 1932 por Dr. Washington Luís ter quebrado o acordo café com leite (São Paulo/Minas). Com a revolução Getúlio Vargas se torna presidente do Brasil.
O coronel Fernando Prestes casou-se no ano de 1873, aos 19 anos de idade, com a senhora dona Olímpia de Santana Prestes e tiveram os filhos Dr. Júlio Prestes de Alburquerque, Alceu Prestes de Alburquerque, Olívia Prestes Bernardes, Dona Elisa Prestes César, Alcides Prestes de Alburquerque, Olímpia Prestes, Dulce Prestes de Paiva Azevedo e Maria da Penha Prestes.
O Coronel Fernando Prestes faleceu na casa de seu genro, senhor Francisco Bernardes Junior, na então Rua Veiga Filho nº 340, na cidade de São Paulo, na madrugada do dia 25 de outubro de 1937 e às 11 horas da manhã seu corpo saiu em trem especial da Sorocabana para a cidade de Itapetininga, terra que ele tanto amava. Na data comemorativa de seus 150 anos de nascimento, o Jornal Folha do Sul e esta coluna não poderiam deixar de homenagear este cidadão e estadista que teve forte expressão no cenário estadual e uma extensa folha de serviços a muitos municípios paulistas, principalmente a Itapeva e ao estado de São Paulo.
Tem em sua homenagem o município chamado Fernando Prestes, localizado na região de Taquaritinga, justa homenagem ao grande político que em sua vida soube amar nosso querido estado de São Paulo.

Fonte: Jornal Folha do Sul

 

Home Page

IHGGI - Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Itapeva